quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

CE terá R$ 34 mi para oferta d´água

COMBATE À SECA

Ministério da Integração Nacional liberou novos recursos para minimizar os efeitos da estiagem, que castiga o Estado

O Ceará receberá mais de R$ 34 milhões para investir em empreendimentos de oferta d´água em seu território. As verbas estão previstas no PAC Prevenção, termo de compromisso com a Caixa Econômica Federal, assinado em Brasília. Além disso, mais R$ 1 milhão está previsto para ampliar a construção de sistemas de abastecimento de água em assentamentos rurais.


Para o Ministério, as principais ações para reduzir os danos provocados pela falta de chuvas são o Eixão das Águas e o Cinturão das Águas Foto: Divulgação

O anúncio foi feito, ontem, pelo Ministério da Integração Nacional, como parte das novas ações do Governo Federal para mitigar os efeitos da estiagem, entre elas, o programa Água para Todos, que destinará mais de R$ 84 milhões para construção de sistemas de abastecimento de água nos estados do Nordeste e do Norte de Minas Gerais.

As obras serão executadas pelos estados, com intermediação da Caixa, e diretamente pela Codevasf e Dnocs. O valor destinado aos estados é de R$ 1,4 bilhão. Mais de R$ 4,9 bilhões já foram investidos pelo Governo Federal para reduzir os efeitos da estiagem no semiárido. Entre as ações emergenciais, estão a Operação Carro-Pipa, o Bolsa Estiagem e o Garantia-Safra. Ao todo, 175 cidades cearenses se encontram em situação de emergência reconhecida pelo Ministério da Integração Nacional.

Ações

Pelo Garantia-Safra, conforme mostrou o ministro Fernando Bezerra Coelho, ontem, mais de 239 mil pessoas nos 175 municípios cearenses tiveram acesso ao benefício, totalizando o montante de R$ 163,42 mi. Foram contratadas 36.123 operações de crédito no âmbito da linha Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) emergencial , operado pelo BNB, somando R$ 313,09 milhões. O Governo ampliou, este mês, o valor desta linha em R$ 400 milhões para apoiar empreendedores e agricultores nos estados atingidos.

A Integração Nacional disponibilizou para o Estado, em parceria com o Exército, 719 carros-pipas, englobando 105 municípios e beneficiando 748.249 pessoas. Foram repassados, também, R$ 10 milhões para socorro, assistência às vítimas e restabelecimento de serviços essenciais. Para alimentação animal, por meio do programa Leilão do Milho, foram contratados no Ceará o total de 63 toneladas. O total de venda do milho no Estado passou de 16,7 toneladas, de janeiro a maio deste ano, para 60,3 toneladas, de maio a dezembro. Em relação a recuperação de poços, foram empenhados para o Ceará o total de R$ 13,4 milhões, dos quais foram pagos R$ 3,3 milhões até dezembro deste ano.

De acordo com integrantes do PAC Infraestrutura Hídrica, as principais obras no Ceará são o Eixão das Águas e o Cinturão das Águas Cearenses. Já pelo PAC Prevenção, o Estado vai receber R$ 34,01 milhões para obras com o objetivo de diminuir os efeitos da estiagem. O plano PAC Prevenção foi lançado em agosto deste ano pelo Governo Federal e tem o valor total de R$ 18,8 bilhões.

Fonte: Negócios - Diário do Nordeste (21.12.2012)

Nenhum comentário:

Busca

Siga no Facebook